AVISO

AVISO: ESTE É MEU ANTIGO BLOG, QUE NÃO É MAIS ESCRITO DESDE 2011. O CONTEÚDO AQUI EXPRESSO PODE NÃO REPRESENTAR MEUS PENSAMENTOS E OPINIÕES DE IDADE ADULTA. PARA CONTEÚDOS NOVOS E RELEVANTES ACESSE BLOG.BRUNO.TODAY




domingo, 21 de novembro de 2010

O Futuro do Trabalho (minha Redação do ENEM)

Palavras-Chave: Trabalho, ENEM, Tecnologia a Favor do Brasil, Futuro, Tecnologia


Esta foi minha redação escrita no ENEM deste ano(2010). O tema era O Trabalho na Construção da Dignidade Humana, e na proposta de trabalho eram citados dois trechos de texto, que falavam sobre o trabalho escravo e sobre a forma como a tecnologia tem mudado o trabalho. Este texto reflete opiniões pessoais minhas, e foi adaptado à partir do rascunho, e não é necessariamente idêntico ao texto que foi submetido. A qualidade do texto não é exemplar, uma vez que o tempo era bem limitado, e eu preciso de muitas horas para escrever um texto bem fundamentado e de qualidade. Mesmo assim, aí vai!


A forma como trabalhamos, juntamente com os sistemas produtivos, têm sofrido mudanças cada dia mais drásticas e aceleradas. Infelizmente, a adaptabilidade da sociedade a este novo paradigma ainda não acompanha esta evolução, que ocorre tão rapidamente. A maior prova disso é a frequente constatação de que o abominável trabalho escravo ainda existe. Mas as mudanças na tecnologia e na estrutura social dão a esperança de que haverá, um dia, um alinhamento entre os dois. O trabalho moderno e a alocação do ser humano no trabalho pensante tendem – inclusive – a erradicar de vez a escravidão.

O ser humano, portador de cérebro inteligente, não é feito para trabalhos braçais ou autômatos. Um ser pensante existe para pensar – para programar, controlar e otimizar as máquinas que tendem a substituí-lo no trabalho mecanizado. Não há mais espaço para a utilização de seres humanos como peças.
O trabalho à partir de casa – que já é realidade em segmentos como a Tecnologia da Informação – é uma das chaves para a qualidade de vida do trabalhador, bem como uma economia financeira às empresas. É o funcionário no conforto de trabalhar de onde bem entender, as empresas com menor necessidade de espaço físico, e de brinde a menor utilização dos poluentes meios de transporte.
Para acabar com a escravidão, é preciso – além de conscientizar e punir os exploradores de mão-de-obra – oferecer uma alternativa mais barata: máquinas. E com boa educação para todos, e a ascensão das máquinas, será viável multiplicar e ocupar postos de trabalho pensante.
E o dia do real fim da escravidão chegará somente com o ser humano deixando de ser utilizado como peça. O dia em que o valorizado ser humano fizer algo digno de seu potencial teremos um novo mundo, com dignidade para o trabalhador.



Classificação do conteúdo: SÉRIO
Sobre Bruno Moreira Guedes:
Curriculum Vitae
Site Pessoal

5 comentários:

Fabio Luis Girardi disse...

Mas os trouxas são burros e insistem em deixar de estudar pra ir jogar bola.

Enquanto essa cultura idiota continuar, vamos continuar com o mercado de peças humanas...

Anônimo disse...

o texto foi estremamente util para minha aula de redaçao

Anônimo disse...

a redação sua , foí muito boa pra minha aula de portugues ki estou tendo , obrigadoooo me ajudou muito
vse e muito inteligente,vai em frete,qui vai realizar tds os seus sonhos, bother!bjooooooooos

Anônimo disse...

valeu me ajuda muito foda valeu mesmo

Anônimo disse...

Ajudou na aula de leitura

Sobre Bruno Moreira Guedes